Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Chaínho e 50 anos de 'Cumplicidades

por Cláudia Matos Silva, em 23.11.15

unnamed.jpg

 

Se lhe chamam mestre não é por acaso, António Chaínho, 77 anos de idade, 50 anos de carreira, muitos dos quais a partilhar conhecimentos acerca do instrumento que é praticamente uma extenção do seu braço, guitarra portuguesa. Aliás, fundador da escola da Guitarra Portuguesa em Santiago do Cacém, António Chaínho é o parceiro ideal para as mais diversas deambulações da nossa guitarra. Se é Fado, às vezes também pode ser bossa nova, tudo depende das paragens. E faz bastantes, gosta do calor, do exotismo, das mesclas, e não teme o que dele se possa dizer. A idade é um posto, digo eu sem receio de ser mal interpretada.

 

António Chaínho tem vindo a percorrer o país com um espectáculo que celebra não só a sua arte, mas acima de tudo o companheirismo reconhecido, pelos muitos que o inspiraram e a quem certamente inspirou.

 

Surge 'Cumplicidades' e no dia 27 de Novembro o CineTeatro D. João V na Amadora, a António Chaínho juntam-se, Filipa Pais, uma parceira que nestas andanças não é estreante. E para algo poético, Fernando Ribeiro, reconhecido pelo projecto Moonspell, orador e declamador não só nas horas vagas mas em momentos solenes.

 

'Cumplicidades' merece uma sala cheia e a rebentar pelas costuras. Vamos?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:32



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog